Início > Jesus Cristo no livro apócrifo de Enoque > Jesus Cristo no livro apócrifo de I Enoque

Jesus Cristo no livro apócrifo de I Enoque

A caminhada de Enoque

Uma das pessoas que andou mais próximas de Jesus em vida foi o profeta Enoque. Não estranhe o fato de que este profeta viveu num tempo muito antes da história de Jesus em carne na Terra, pois lembre-se que o nosso Messias é o Filho eterno de Deus que criou o mundo (João 1:1). Enoque é pouco conhecido e o que sabemos da sua vida é uma das coisas mais impactantes da Bíblia.

O grau de intimidade que Enoque alcançou é tão interessante pelo fato de que ele não morreu ainda. O Senhor o tomou vivo. Em outras palavras, a sua comunhão com Deus dada na Terra ainda está em continuidade no Céu. Talvez isso tenha ocorrido com outros em tempos recentes, mas não há menção escrita de ninguém no Novo Testamento de tal fato, exceto é claro o do próprio Jesus. O grande arrebatamento da Igreja ou Noiva é uma promessa de Jesus que está para se cumprir (1 Tessalonicences 4:16, João 5:29, 1 Coríntios 15:52).

“E viveu Enoque sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém. E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.” (Gênesis 5:21-24)

Paulo diz que ele foi trasladado para a Casa de Deus sem conhecer a morte simplesmente porque teve fé que Deus o aceitaria:

“Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus”. (Hebreus 11:5)

Os registros

Certamente todos os cristãos gostariam de ser abençoados com mais registros deste varão incomum. É difícil pensar nesta possibilidade quando se trata de alguém que é da 7ª geração depois de Adão e viveu antes do dilúvio de Noé.

O que pouca gente não sabe é que há manuscritos que reclamam a sua autoria. O livro de I Enoque é considerado um apócrifo pela maior parte dos cristãos e judeus de hoje. Isso quer dizer que oficialmente as pessoas não o reconhecem como algo que é legitimamente inspirado por Deus e, portanto, são palavras com revelações erradas ou falsificadas, carecendo de respaldo e testemunho.

Tudo não acaba por aí. É impressionante que o livro de I Enoque também é citado no livro de Judas, do Novo Testamento:

E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;
Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.” (Judas 1:14-15 e I Enoque 1:9)

Mas para não alongar, apenas compreenda que ele é composto de 108 capítulos e é dividido em 5 partes:

  • 1-36 O Livro dos Vigilantes
  • 37-71 O Livro das Parábolas
  • 72-82 O Livro Astronômico
  • 83-90 O livro dos Sonhos
  • 91-108 A Epístola de Enoque

Evidências proféticas

O Livro das Parábolas é o mais interessante. Ela se concentra na revelação do futuro Messias judeu. Segundo testes de datação de carbono com estudos liderados pelo Rev. H.R Charles, a cópia existente mais antiga foi escrita de 64 a 94 anos antes de Cristo.

É muito bom saber que datam de antes da vinda ao mundo do Mestre porque, caso tivessem sido escritas após sua vida, não poderíamos certificar se foram forjadas com informações já conhecidas. Desse jeito qualquer um poderia criar seus próprios falsos manuscritos de profecias! Agora, para saber se estas revelações são, em particular, inspiradas por Deus, é só verificar se elas andam em conformidade com o que Jesus, o nosso Messias amplamente confirmado ensinou, ou melhor, se as profecias estão em harmonia. Paulo diz que ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor se não for pelo Espírito de Deus (1 Coríntios 12:3), portanto, se isso glorifica ao nome de Jesus, então é inspirado por Deus! Vamos conferir?

Está em negrito todas as vezes que faz referências ao Messias. Esta tradução é de H.R Charles.

“E ouvi as vozes daquelas quatro presenças como proferindo louvores diante do Senhor da Glória. A voz do primeiro abençoa o Senhor dos espíritos para sempre e eternamente. E a segunda voz que ouvi abençoando ao Eleito e aos eleitos que se apoiaram sobre o Senhor dos Espíritos.” (I Enoque 40:3-6)

-O Messias está diante do Senhor dos Espíritos (Deus);

-O Messias é distinto de todos os outros eleitos;

-Deus está no ponto mais alto de honra, logo depois vem o Messias e os eleitos abaixo deste.

“Naquele dia o meu Eleito se assentará sobre o trono de glória e fará as suas obras e seus lugares de descanso serão inumeráveis. E suas almas [dos santos] deverão crescer fortalecidas dentro deles quando virem o meu Eleito, e aqueles que são chamados pelo meu Nome glorioso: Então farei com que o meu Eleito habite com eles. E eu vou transformar o Céu e torná-lo uma bênção eterna e luz(…)” (I Enoque 45:3-4)

-Deus demonstra ter uma consideração muito especial pelo Messias;

-O Messias seria engrandecido um dia futuro num honroso trono com muita abundância para si;

-Sua glória estava para ser exibida num dia futuro para as pessoas;

-Aqueles que o virem e se apoiassem no Messias seriam fortalecidos e, em paridade com este evento, haveria a restauração dos Céus.

“E lá eu vi que havia um Ancião de dias [Pai Celestial], e sua cabeça era branca como a lã, e com Ele estava outro ser cujo semblante tinha a aparência de um homem, e seu rosto estava cheio de graça, como um dos santos anjos. E eu perguntei ao anjo que foi comigo e que me mostrou todas as coisas ocultas, sobre que este Filho do homem, quem ele era e de onde era e por que ele andava Ancião de Dias? E ele respondeu e disse-me: Este é o Filho do homem que tem a Justiça, com quem habita a Justiça, e que revela todos os tesouros do que é escondido, porque o Senhor dos Espíritos o elegeu, e cujo destino tem a pré-eminência diante do Senhor dos Espíritos em retidão para sempre. E este Filho do Homem que viste levantará reis e poderosos de seus lugares, e fortes de seus tronos e soltar as rédeas do forte, e quebrar os dentes dos pecadores. E porá abaixo os reis de seus tronos e reinos porque eles não o exaltarão nem o louvarão, nem reconhecerão humildemente que os seus reinos foram dados de cima. E Ele porá abaixo o semblante do forte, e deverá preenchê-los com vergonha. E a escuridão será sua habitação e vermes serão sua cama, e eles não têm esperança de levantar de suas camas porque eles não exaltam o nome do Senhor dos Espíritos”. (I Enoque 45:1-6)

-O Pai Celestial é um Ancião de Dias;

-O Messias tem uma aparência de um homem;

-O Messias já habitava na presença de Deus numa posição superior aos anjos do Céu antes de vir ao mundo, tendo toda a pré-eminência;

-Deus o elegeu, e no Messias habita a Justiça;

-Através do Messias Deus irá revelar todas as coisas a Criação;

-O Messias irá fazer julgamento nos grandes da terra que não o louvarem e nem o nome de Deus.

E naquele lugar eu vi a Fonte da Justiça que era inesgotável: E em torno dela havia muitas fontes de sabedoria: E todos os sedentos beberam delas e estavam cheios de sabedoria, e as suas habitações foram entre os justos, os santos e os eleitos. E a nessa hora aquele Filho do Homem foi invocado na presença do Senhor dos Espíritos e seu nome perante o Ancião de Dias. Sim, antes que o sol e os sinais fossem criados, antes que as estrelas do céu fossem feitas, seu nome foi invocado perante a presença do Senhor dos Espíritos. Ele será um apoio para os justos os quais se firmarão e não cairão, e Ele será a luz dos gentios e a esperança daqueles que são aquebrantados de coração. Todos os que habitam na Terra se prostrarão e o adorarão, e o louvarão, e irão bendizer e festejar com canções ao Senhor dos Espíritos. E por esta razão tem Ele sido escolhido e escondido diante dEle antes da criação do mundo e para sempre. E pela sabedoria do Senhor dos Espíritos Ele foi revelado para o santo e justo, pois Ele tem preservado a sorte dos justos porque eles odiaram e desprezaram este mundo de iniqüidade e por terem odiado todas essas obras e caminhos em nome do Senhor dos Espíritos: Porque em Seu nome eles são salvos, e de acordo com a Sua boa vontade que Ele tem preservado as suas vidas. Nestes dias, os reis da Terra se tornarão abatidos de semblante, e o valente que possui a terra por causa das obras das suas mãos, no dia da sua angústia e aflição, não será capaz de salvar-se. E eu lhes colocarei nas mãos do Meu Eleito: como a palha no fogo para eles queimarão diante da face do Santo: Como o conduzir das águas eles afundarão ante a face dos justos, e nenhum vestígio deles deve mais ser encontrado. E no dia em que ocorrerem suas aflições haverá descanso na terra, e eles cairão e não se levantarão mais uma vez: e não haverá ninguém para erguê-los com as mãos e levantá-los, pois eles negaram o Senhor dos Espíritos e Seu Messias. (I Enoque 45:1-10)

-O Messias habitava na presença de Deus antes que todas as coisas fossem criadas;

-Ele seria apoio para os justos, luz para os gentios (não judeus) e esperança daqueles de coração humilde;

-Ele deveria ser adorado como Deus é adorado, e exaltar a um deles não contrapõem o outro, mas fortalece ambos como se fossem um;

-A revelação da glória do Messias um segredo de Deus ansiosamente aguardado antes da criação do mundo;

-Pelo nome do Messias e pela sua boa vontade as pessoas seriam salvas da condenação;

-O Messias faria grande juízo sobre aqueles que negarem o nome dele e o nome de Deus.

Pois a sabedoria é derramada como água, e não faltará glória diante dele para sempre. Porque Ele é poderoso em todos os segredos da justiça, e a injustiça desaparecerá como uma a sombra, e ela não têm continuidade; Porque o Eleito permanece diante do Senhor dos Espíritos e sua glória é para sempre e sempre, e o seu poder a todas as gerações. E nEle habita o espírito de sabedoria, e do Espírito que dá a inteligência, e o espírito de entendimento e de força, e o espírito daqueles que dormem na retidão. E Ele julgará as coisas secretas, e ninguém será capaz de pronunciar uma palavra mentirosa diante dEle, porque ele é o Eleito perante o Senhor dos Espíritos segundo a sua boa vontade. (I Enoque 49:1-9)

– No Messias habita o espírito de sabedoria, de inteligência, de entendimento, de força, e daqueles que dormem em retidão. Ele tem todos os atributos divinos de poder;

-O Messias será o Juiz de todas as coisas.

E, naqueles dias, certamente a Terra também deverá devolver o que foi confiado para ela, e a sepultura também deverá devolver o que recebeu, e o inferno irá dar de volta aquilo que possui. Porque naqueles dias o Eleito se levantará e Ele vai escolher os justos e santos de entre eles: Porque tem se aproximado o dia em que eles serão salvos. E o Eleito naqueles dias irá se assentar no Meu trono, e da sua boca jorrará todos os segredos da sabedoria e do conselho: Porque o Senhor dos Espíritos os deu para Ele e o glorificou. E, naqueles dias, as montanhas saltarão como carneiros, as colinas também saltarão como cordeiros satisfeitos com leite, e os rostos de todos os anjos no céu serão iluminados com alegria. E a Terra se alegrará, e os justos habitarão nela, e o eleito irá andar sobre ela. (I Enoque 51:1-3)

– Um dia, todas as pessoas que morreram ressuscitarão da terra e do mar;

-O Messias irá, pessoalmente, escolher dentre os ressurretos quais haveriam de ser salvos;

-O Messias iria se assentar no próprio trono de Deus;

-O Messias teria todo o entendimento e sabedoria de Deus;

-Toda a criação se alegrará e a glória de Deus será grande no Céu e na Terra.

E eu perguntei ao anjo que foi comigo, dizendo: “Que coisas são essas que eu tenho visto em segredo?” E disse-me: “Todas essas coisas que tens visto servirá ao domínio do seu Messias para que Ele possa ser forte e poderoso na terra.” (I Enoque 52:3-4)

-Todas as coisas na Terra são feitas para a glória do Messias.

Deus, o Senhor dos Espíritos. Vós, reis poderosos que habitam sobre a terra, vocês devem ver o Meu Eleito, como Ele está sentado no trono de glória e faz julgamento a Azazel (Lúcifer), e todos os seus seguidores (anjos caídos, demônios), e todos os seus exércitos em nome do Senhor dos Espíritos. (I Enoque 54:4)

-Deus quer chamar a atenção para o Messias, pois demonstra ter prazer nele;

-Deus fará com que este fosse glorificado sobremaneira diante dos homens e dos anjos;

-O Messias iria julgar Satanás e todos os seus exércitos (demônios e homens ímpios).

E essas medidas devem revelar todos os segredos das profundezas da terra, e aqueles que foram destruídos pelo deserto, e aqueles que foram devorados pelos animais selvagens, e aqueles que foram devorados pelos peixes do mar, que eles possam retornar e estarem firmes no dia do Eleito, pois ninguém deverá ser destruído perante o Senhor dos Espíritos, e não podem ser destruídos. E todos os que habitam acima no Céu receberam um comando e poder e uma só voz e uma luz semelhante ao fogo. E foi para Ele que aquelas palavras de benção foram destinadas, e o exaltou e louvou com sabedoria, e eles foram sábios em seus dizeres e no espírito da vida. E o Senhor dos Espíritos colocou o Eleito no trono de glória. (I Enoque 61:5-8)

-Os homens justos que morreram em todas as partes do mundo seriam restaurados;

-Eles seriam apresentados diante do Messias;

-Todo o Céu se alegrou com o Messias e exaltou o seu nome;

-Deus engrandeceu ao Messias no seu merecido trono;

Semelhanças com o livro de Daniel

A descrição a respeito do Messias no livro de I Enoque se parece muito com trechos do livro de Daniel, do AT da Bíblia:

Eu [Daniel] continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um Ancião de dias [Pai Celestial] se assentou; a sua veste era branca como a neve, e o cabelo da sua cabeça como a pura lã; e seu trono era de chamas de fogo, e as suas rodas de fogo ardente. Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões assistiam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros. (…) Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o Filho do Homem; e dirigiu-se ao Ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado [para o Filho do Homem] o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído. 
Daniel 7:9-10 e 13-14

Anúncios
  1. setembro 2, 2012 às 9:17 pm

    muito bom !!!!!!

  2. Pimentel
    setembro 26, 2012 às 3:53 pm

    Então, por que ele não foi aceito para estar no canon?

  3. setembro 26, 2012 às 9:59 pm

    Até onde eu li, o que há neste livro que pareceu absurdo para os judeus e cristãos foi o fato de descrever a história de anjos que deixaram as moradas celestiais e ter relações sexuais com seres humanos. Nisto gerou-se gigantes na Terra.

    No entanto, Gênesis conta essa história resumidamente:

    “Viram os filhos de Deus [anjos] que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus [anjos] entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade [os gigantes], os homens de fama.” Gênesis 6:2-4

    São anjos por dois motivos:

    1- Contextualmente há uma clara distinção entre o fato de homens se multiplicarem entre si (Gn 6:1) e os filhos de Deus entrarem nas filhas dos homens (Gn 6:2-4).

    2- Era comum no antigo testamento o termo “filhos de Deus” serem atribuídos a anjos (Jó 1:6, Jó 38:7)

    Jesus disse que anjos não podem gerar filhos (Mateus 22:30), contudo rituais de inseminação artificial seriam suficientes para que isso tivesse ocorrido. Os gigantes seriam seres humanos geneticamente modificados por anjos rebeldes. Com esse nível de depravação, o Senhor decidiu destruir o mundo que Noé vivia.

    • daniel
      novembro 17, 2016 às 10:12 am

      distorcendo as coisas amigo… anjos ñ geram filhos entre si.

  4. marlene
    janeiro 16, 2013 às 8:10 pm

    gostei muito dos livros de henoque, li imprimi e pássei para outras pessoas, pois achei-os de grande importancia.

  5. março 23, 2013 às 3:46 am

    Magnífico!

  6. abril 26, 2013 às 7:06 pm

    Very good !

  7. junho 17, 2013 às 11:59 am

    gostei da sua explicaçaoeste livro e tao sagrado que deveria ser estar junto com abiblia tem muitas profesias para o mundo andigo ate os dias fala da vinda do messias so que e um livro assustador de divicil conpreensao por isso que eu sempre estou pesquisando muitos falan que e um livro mistico ate usado pela cabala porque fala dos nomes dos anjos caido eu li ele varias vesses mas nao vi coisa mistica nehuma so fala do futuro do povo judeu e da vinda do mssias e da destruiçao dos anjos caidos e paz terrena

  8. Antonio Aquino
    novembro 17, 2013 às 12:56 am

    Sou estudante da Bíblia já algum tempo, mas achei interessante o fato de pormenores e coisas citadas quanto a pessoa de Enock, que vivei na pre-história. Percebo que há muita coisa importante que deveria ser levada em conta. Vou continua pesquisando. Muito importante do passado remoto!!

  9. Bruno Ervedosa
    dezembro 10, 2013 às 5:06 pm

    O Livro de Enoque tem interesse, o problema está nos fraguementos que se tem que dificulta a sua tradução. Existem fragmentos em copta e em etíope, que datam de 200 a.C. o que significa que muita da informação contida pode se ter perdido pela decomposição do material e pelos tradutores de Quram. E isto quer dizer que alguns dos versículos podem estar a ser mal interpretados, o que leva os atuais arqueologos e historiadores a procurar semelhanças com alguns do livros bíblicos canonizados.Esta dificuldade também poderá ter sido sentida pelos monges de Quram.
    Toda a informação arqueológica deve ser questionada, até porque os ensinamentos da Lei eram passados oralmente, como se observa no Antigo Testamento, só depois é que começou a ser escrito. Ou seja, o Livro de Enock pode nem ter sido escrito pelo próprio, mas, por alguém próximo, ou alguém que tivesse conhecimento da sua vida.

  10. José Chiaramonte
    janeiro 25, 2014 às 1:54 am

    Por favor, leiam Hebreus cap.11vers.13

    • janeiro 26, 2014 às 10:18 pm

      Diga por favor o que voce pensa a respeito deste versiculo.

  11. janeiro 29, 2014 às 7:52 pm

    o livro de Enoque preenche um vazio, uma interrogação, que havia em nossas mentes quando lido o antigo testamento. Quem eram os filhos de Deus ? Jesus Cristo não é único filho do meu Senhor o DEUS ETERNO, e outras indagações que ficavam no ar. Agora temos um entendimento lógico. Ora por que as religiões escondem isto.

  12. jose
    março 29, 2014 às 2:40 pm

    era noite e vi o sol sair do poente,e

  13. dezembro 15, 2014 às 12:20 am

    Não sei quem tem autoridade para determinar que uma escritura,claramente espiritual e santa e verdadeira, só sei que durante muito tempo a igreja católica´a qual detem a blibia e seus manuscritos deturbou a mesma para suas conveniências, isto não e mentira e so estudar a historia dos concílios, de reis,bispos,papas, sem contar a iquisiçaõ. Vamos deixar de ser hipócritas, os livros apócrifos nunca deveriam sair do livro bíblia.Deixar sim que o espirito de deus nos expirasse o nosso endedimento comforme a vossa vontade e espiraçao. Não cabe ao homens tamanha autoridade, nem papa nem rei nem bispo nem pastor,pois somos todos imperveito incapas de compreender as coisas espirituais,por favor parem de disputas por ovelhas,observem a profecia de ezequel ao qual deus diz(eu mesmo buscarei as minhas ovelhas, isto foi tito para os pastores que apacentam a si próprio,cuidado. Mauro Juarez lima dos santos

  14. Emanuel
    dezembro 17, 2014 às 2:02 am

    O livro de Enoque serve para nós que somos descritos no livro como a geração futura. muito bom mesmo, é muito importante o cristão estudar sobre esse Livro.

  15. Viviane Morais Campelo
    março 16, 2015 às 10:13 am

    O Livro de Enoque é muito interessante, pretendo estudar mais, gostei. Obrigada!

  16. julho 1, 2015 às 2:57 pm

    Gostaria de indicar a mais nova edição crítica do Livro de Enoque em língua portuguesa.
    https://www.facebook.com/livrodeenoque

  17. Isaac ben Levi
    dezembro 9, 2015 às 6:46 pm

    estou lendo o livro e achei muito interessante…

  18. Verônika Bernike
    janeiro 25, 2016 às 5:36 pm

    Jesus cristo é Deus na forma de homem e na na sua primeira vinda ele tinha que vir dessa forma de uma mulher, mas na segunda vinda ele virá na forma de Deus.

  19. jose domingos borges
    agosto 29, 2017 às 4:37 pm

    gostei muinto de ler este livro de enoque e um grande maravilha de deus

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: